Como lidar com crises de ansiedade?

Todas as pessoas sofrem com um pouco de ansiedade. É uma reação do nosso corpo ao se preparar para lidar com algum tipo de ameaça, gerando uma resposta defensiva. Contudo, a ansiedade em excesso e fora de controle faz parte de uma patologia muito séria e que precisa ser tratada. 

De acordo com a OMS, a Organização Mundial de Saúde, o Brasil tem o maior número do mundo inteiro de pessoas que sofrem com transtornos de ansiedade. São aproximadamente 19 milhões de brasileiros enfrentando isso (cerca de 9,4% da população) e o número apenas aumentou durante a pandemia. 

Por isso, hoje vamos te explicar melhor como funcionam as crises de ansiedade e a melhor forma de você lidar com isso! 


O que é uma crise de ansiedade?

A crise de ansiedade acontece quando os sintomas da ansiedade se manifestam abruptamente e de forma exacerbada. O coração acelera, as mãos tremem e a respiração se torna irregular. A pessoa fica paralisada, sem saber como reagir. A sensação é de desespero e medo profundo, como se algo muito ruim estivesse prestes a acontecer.

Quando isso ocorre, as pessoas sentem dificuldade de realizar até mesmo simples tarefas do cotidiano por conta da angústia que sentem. 


O que é transtorno de ansiedade? 

O transtorno de ansiedade é como definimos uma constante e excessiva preocupação que não está sob nosso controle. Por conta dessa ansiedade, as pessoas diagnosticadas com este transtorno entram em um estado de hipervigilância, sempre à espera de algo ou preocupadas com o futuro de alguma forma. 

Isto causa um grande cansaço emocional e físico. E em alguns casos mais extremos, este transtorno de ansiedade pode causar um ataque de pânico, o que pode ser ainda mais grave. 


Sintomas de uma crise de ansiedade

Os sintomas são, no geral, parecidos com a ansiedade do cotidiano, mas normalmente aparecem de forma mais agravada: 

  • Palpitação;
  • Calafrios;
  • Sensação de garganta fechada;
  • Falta de ar ou respiração alterada; 
  • Suor;
  • Dores no peito;
  • Tremores;
  • Náusea;
  • Formigamentos;
  • Dores no peito;
  • Vontade de fugir para um local seguro;
  • Medo de perder o controle ou enlouquecer;
  • Medo de morrer ou de uma possível tragédia;

O que fazer em caso de uma crise de ansiedade?

A crise pode ser algo bem difícil de controlar, ainda mais quando o transtorno ainda não foi identificado, mas existem algumas dicas para quando isso acontecer. 

Foque na sua respiração: isto vai te ajudar a acalmar as batidas do seu coração e a diminuir a hiperventilação que acontece durante essas crises. 

Combata seus pensamentos: não se permita seguir o fluxo de pensamentos negativos e acelerados que essas crises costumam trazer. Volte a prestar atenção na sua respiração e tente sair da inércia. 

Busque ajuda médica: não espere até que isso se torne um problema grande demais para ficar além do seu controle. Procure um médico, de preferência um psicólogo, para que ele te auxilie a compreender o que está acontecendo e possa te ajudar a lidar com isso. 


Lembre-se: um tratamento eficaz, com o auxílio de um profissional, pode te ajudar a conter esses problemas de ansiedade. Isso evita as chances de recaída e impede que a ansiedade se torne um quadro clínico crônico. 

Por fim, não tenha vergonha de pedir ajuda e não se deixe levar pelos tabus que essa doença carrega! Transtorno de Ansiedade é algo muito sério e precisa ser tratado.


Se tiver dúvidas sobre consultas com terapeutas e psicólogos, procure nossa equipe!